sábado, 23 de maio de 2015

Irlanda aprova casamento gay em referendo, dizem membros do governo

Representantes do governo e dos dois lados da campanha em torno do referendo
disseram neste sábado (23) que o casamento gay foi aprovado pela população irlandesa. A contagem das urnas, contudo, ainda não foi encerrada e um resultado oficial só deve ser divulgado à tarde.

Caso o 'sim' seja confirmado, a Irlanda será o primeiro país a legalizar o casamento entre pessoas do mesmo sexo via voto popular, 22 anos após descriminalizar a homossexualidade. Em 2009, o país reconheceu os direitos de casais do mesmo sexo.

A emissora estatal RTE informou que a vitória deve ser por ampla margem. "Evidentemente houve uma impressionante vitória do 'sim'", disse à emissora David Quinn, diretor do Instituto Iona, um dos grupos católicos que lideraram a campanha contra a aprovação.

O ministro do governo Kevin Humphreys previu um "tsunami a favor do sim", com uma margem de dois votos para um do 'não'.

"As principais urnas já foram abertas. O 'sim' ganhou. E inclusive com uma vitória ampla em Dublin. Hoje estou muito orgulhoso de ser irlandês", disse o ministro de Igualdade Aodhan O'Riordain, em sua conta no Twitter.

O casamento gay é apoiado por todos os partidos políticos, grandes empresas e muitas celebridades da Irlanda, um país de forte tradições católicas e considerado um dos mais conservadores do oeste europeu. A união homossexual já é legalizada em diversos países europeus, incluindo França, Bélgica, Portugal, Holanda, Espanha, Suécia e Noruega.

Houve ainda um enorme interesse internacional, que fez a hashtag #VoteYes um dos tópicos de destaque no Twitter. Milhares de expatriados irlandeses voltaram ao país para participar do referendo, vindos tanto do Reino Unido, como de lugares distantes, como Nova York e Sydney, disseram grupos que incentivam o voto no "sim", usando a hashtag #hometovote.

"Este é um grande recado do povo da Irlanda para o resto do mundo de que este é o caminho do avanço", disse David Norris, que começou uma campanha pelos direitos dos gays nos anos 70.

A Igreja Católica, cuja doutrina ensina a homossexualidade como pecado, limitou sua campanha pelo 'não' aos sermões dentro das igrejas –ação mais discreta do que adotou diante de medidas similares na França, por exemplo.

Mais de 3,2 milhões de pessoas foram convocadas a responder sim ou não a uma emenda constitucional que afirma que "o matrimônio pode ser contraído em conformidade com a lei por duas pessoas, sem distinção de sexo". Segundo a imprensa local, a participação superou os 60%.
_________________________________________
Fonte:http://www1.folha.uol.com.br/mundo/2015/05/1632859-irlanda-aprova-casamento-gay-em-plebiscito-dizem-membros-do-governo.shtml
Fotografia: http://f.i.uol.com.br/fotografia/2015/05/23/514340-970x600-1.jpeg

quinta-feira, 21 de maio de 2015

STVBrasil participará da Semana da Mata Atlântica

A STVBrasil - Sociedade Terra Viva participará da Semana da Mata Atlântica, que acontece no
período de 27 à 30 de maio de 2015, em Porto Seguro, BA.

O evento é promovido é promovido pelo Ministério do Meio Ambiente em parceria com a Reserva da Biosfera da Mata Atlântica e Rede de ONG da Mata Atlântica e pretende discutir lições aprendidas e perspectivas de ações de conservação e recuperação da Mata Atlântica que contribuem para a mitigação e adaptação à mudança do clima.

As atividades acontecerão no campus Sosígenes Costa da Universidade Federal do Sul da Bahia e contarão com a participação de representantes de todo o país.

A STVBrasil integra o Conselho Nacional da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica, a Rede de ONG da Mata Atlântica e contará com o apoio do Ministério do Meio Ambiente e da Prefeitura de São José de Mipibu para sua participação no evento.

Assessoria de Comunicação da STVBrasil

Túmulos em alto mar

Caros amigos,

Os povos mais perseguidos de nosso planeta estão embarcando em verdadeiros "navios da morte" para fugir da violência e encontrar um lugar seguro para suas famílias. Em vez de responder com humanidade, porém, nossos governos estão fechando as fronteiras, deixando que essa gente morra de fome e se afogue no mar. 

O Mediterrâneo e mar de Andamão estão se tornando cemitérios. 

Mianmar está expulsando o povo da etnia Rohingya e, com isso, milhares de famílias estão à deriva no mar, impotentes, forçadas a beber sua própria urina porque haviam sido rejeitadas pela Malásia, Tailândia e Indonésia. Todas as semanas, cidadãos sírios e africanos também correm o perigo de morrer afogados na costa sul da Europa ao arriscar a travessia assustadora, tida como a última esperança de escapar de tortura, fome e traficantes. 

Estamos enfrentando a maior crise de refugiados desde a Segunda Guerra Mundial, mas até agora os governos estão permitindo que pessoas morram em meio a um clima crescente de xenofobia. Agora que a crise chegou, nossa comunidade tem uma oportunidade única de trocar a cultura do medo por uma onda de compaixão

Se cada um de nós fizer uma pequena doação agora, vamos ajudar a financiar operações de resgate no mar; criar uma equipe com foco em refugiados na Avaaz para apoiar essas missões e reassentamento; fazer pressão para forçar líderes políticos a abrir as fronteiras; e lançar anúncios para combater o racismo. 

Juntos, podemos ajudar no resgate de refugiados, como também no resgate de nossa humanidade comum

Se não agirmos rápido, o ano de 2015 pode vir a ser o ano da “gente dos barcos”! 

Comprometa-se com uma doação para lançarmos urgentemente a campanha de refugiados da Avaaz – a sua doação só será processada se arrecadarmos o suficiente para começar a salvar vidas: 



Os membros da Avaaz no Reino Unido já deram o pontapé inicial nesta campanha. O governo britânico permitiu que apenas 143 cidadãos sírios dentre 4 milhões de refugiados entrassem no país! Em resposta, mais de mil membros da Avaaz uniram forças para desafiar esta política vergonhosa e ofereceram ajuda para reassentar essas pessoas em suas próprias comunidades, exigindo que governos locais oferecessem, cada um, abrigo para 50 refugiados sírios. Quatro distritos já concordaram e esperamos que muitos outros façam o mesmo. 

Mas não se trata de um problema apenas do Reino Unido e da Síria. Quando as pessoas mais vulneráveis ​​do nosso planeta são tratadas como criminosas e largadas à morte, trata-se de uma crise de humanidade. Temos um plano com cinco ações fundamentais que a Avaaz pode implementar se arrecadarmos o suficiente juntos


  1. Apoiar organizações que estão bravamente resgatando refugiados no mar.
  2. Lançar flotilhas humanitárias, juntando barcos privados para auxiliar nas operações de resgate.
  3. Montar uma equipe focada em refugiados na Avaaz para pressionar os governos, a União Europeia e a Associação de Nações do Sudeste Asiático (ASEAN), exigindo operações de busca e salvamento eficazes e o aumento das vagas para refugiados.
  4. Apoiar grupos locais na Europa e no Sudeste da Ásia para prestar assistência a refugiados que chegam em centros de acolhimento e nas comunidades.
  5. Executar campanhas fortes em outdoors e anúncios em jornais para combater a cultura da xenofobia.

Trinta mil refugiados poderão morrer afogados apenas no Mediterrâneo neste ano. Estas famílias, que estão fugindo do terror e da miséria, têm como única opção escolher embarcar nestes barcos perigosos. Vamos unir forças para pôr um fim a tragédias no mar. Comprometa-se agora: 




Nossa comunidade é uma das únicas no mundo com milhões de cidadãos tanto nos países dos quais essas famílias estão fugindo quanto naqueles para onde tentam chegar em busca de vidas melhores. Nós já financiamos ações extraordinárias para enfrentar o vírus do ebola e apoiar o trabalho humanitário no Nepal. Agora vamos assumir essa emergência e catalisar a mudança com atos inspirados no amor e na bravura. 

Com esperança e determinação, 

Equipe Avaaz 

segunda-feira, 18 de maio de 2015

Teori autoriza quebra de sigilo bancário e fiscal de Collor

Brasília - O ministro Teori Zavascki, relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou a quebra de sigilo bancário e fiscal do senador Fernando Collor (PTB-AL), no período de 1º de janeiro de 2011 a 1º de abril de 2014, conforme solicitado pela Procuradoria-Geral da República (PGR). O pedido foi realizado no último dia 7 pelos investigadores e deferido na última quinta-feira, 15. O caso tramita em segredo de justiça na Corte.

O senador é um dos 50 investigados perante o STF por suposto envolvimento no escândalo de corrupção envolvendo a Petrobrás, deflagrado pela Lava Jato. A quebra de sigilo foi solicitada pelos procuradores para checar eventuais depósitos mencionados pelos delatores da Lava Jato. 

Além de Collor, Zavascki autorizou quebra de sigilo bancário de outras pessoas, entre elas Pedro Paulo Leoni, ex-ministro de Collor e um dos supostos operadores do esquema. O ministro também autorizou a quebra de sigilo bancário de empresas. O doleiro Alberto Youssef disse durante processo de delação premiada que fez "vários depósitos" a Collor, além de ter autorizado entregas de dinheiro em espécie ao senador. Durante busca e apreensão no escritório de Youssef, investigadores encontraram depósitos bancários em nome do parlamentar, que somam R$ 50 mil, entre os dias 2 e 5 de maio de 2013. 
Na semana passada, após o pedido de quebra de sigilo, Collor protocolou quatro representações contra o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, questionando decisões e alegando "crimes de responsabilidade". Nos pedidos, o parlamentar pede que a Mesa Diretora do Senado forme uma comissão para analisar o caso e emitir um parecer. A decisão final cabe ao Plenário da casa e poderia se transformar em um processo de impeachment do procurador-geral.
Zavascki também autorizou a quebra de sigilo bancário do ex-deputado João Pizzolatti (PP-SC), referente ao período de janeiro de 2009 a janeiro de 2012. Youssef afirmou que o ex-deputado compunha um grupo de parlamentares do PP que atuava na "operacionalização do esquema de corrupção" de forma "estável e perene". 
_____________________________________________________
Fonte: http://politica.estadao.com.br/noticias/geral,teori-autoriza-quebra-de-sigilo-bancario-e-fiscal-de-collor,1689648

O malicioso plano da Shell‏

Caros amigos,


Os Estados Unidos acabaram de conceder à Shell o direito de perfurar o Ártico em busca de petróleo, colocando nosso clima e a vida marinha em grave risco. Mas ainda há como impedir isso! 



Antes da Shell chegar ao Ártico, seu navio monstruoso precisa aportar em Seattle. Eum homem tem o poder de tirar a Shell do páreo: o prefeito de Seattle, Ed Murray, favorável à defesa do meio ambiente. Ele já disse que a petroleira não têm permissão para reparar equipamentos em Seattle, mas ela basicamente disse que está a caminho, quer a cidade goste ou não. 



Agora cabe ao prefeito decidir se baixa a guarda ou vai com tudo em defesa do Ártico. Sabemos que ele está do nosso lado, mas é preciso muita coragem para enfrentar uma das empresas mais poderosas da história. Vamos mostrar ao prefeito que o mundo inteiro está do lado dele e da população de Seattle para fazer o que for preciso para dizer: Petróleo no Ártico? Nem a pau! Assine agora




Especialistas têm certeza de que perfurar o Ártico é extremamente perigoso e compromete demais o nosso clima frágil. A estação mais próxima da Guarda Costeira fica a mais de mil quilômetros de distância. Se algo der errado, uma possibilidade real segundo o planejamento da própria Shell, não haverá nada o que se possa fazer e ninguém para ajudar. 



Mais incrível ainda é se dar conta que estão considerando liberar uma nova forma de petróleo que os cientistas dizem ser 100% incompatível com a manutenção do clima atual conhecido pela humanidade desde sempre. Os lucros da Shell ou o equilíbrio do nosso clima? É uma decisão fácil de tomar



A luta em Seattle está começando a esquentar. Na semana passada, após o aumento da pressão da parte de organizadores locais, o prefeito Ed Murray disse à Shell que a licença que a empresa tem não cobre todas as atividades planejadas. Mas navios da Shell partiram para Seattle ainda assim, em um caso de violação flagrante do processo democrático. 



O prefeito Ed Murray sempre defendeu o meio ambiente, mas agora ele tem uma oportunidade única de defender todas as pessoas do planeta, colocando seus advogados e policiais entre a plataforma de petróleo da Shell e o vasto e frágil Ártico. Nosso destino depende da atitude que ele tomar: vamos dar o apoio que ele merece para tomar a decisão certa. Clique abaixo para assinar agora: 



A questão vai muito além da proteção de ursos polares e outras magníficas espécies que habitam o Ártico. Trata-se de traçar os limites contra a exploração de petróleo em um dos últimos lugares intocados da Terra, e trazer toda a nossa esperança e determinação para apoiar o único homem que pode deter a Shell neste momento. Vamos mostrar a todos os poluidores que lutaremos juntos por energia 100% limpa. 


Com esperança, 



Equipe da Avaaz

sexta-feira, 15 de maio de 2015

STVBrasil fará plantão para tirar dúvidas da população sobre seus direitos

Neste sábado, 16, a STVBrasil - Sociedade Terra Viva estará oferecendo mais um Plantão Terra Viva em sua sede de São José de Mipibu, no horário das 08 às 12 horas.

Então, se você tem alguma dúvida sobre os seus direitos ou se alguém lhe agrediu ou violou seu direito procure o Centro de Referência em Direitos Humanos da Sociedade Terra Viva. Você não está sozinho(a).

Na Sociedade Terra Viva você vai contar com amigos e amigas prontos para lhe ajudar a lutar pelos seus direitos.

E você empresário e empresária que pretende agregar valor à sua empresa com a prática da responsabilidade social ajude ao seu povo, o povo mipibuense apoiando os nossos projetos sociais. Entre em contato com a STVBrasil pelo telefone 32733980 / 88790727.

BAZAR TERRA VIVA

Aproveite e conheça também o Bazar Terra Viva, onde você vai encontrar produtos com preços especiais.

O Bazar Terra Viva é um projeto social da STVBrasil e toda a sua renda é revertida em benefício da nossa gente, nosso povo.

Apoio:
Receita Federal, Prefeitura Municipal de São José de Mipibu, Secretaria Municipal de Saúde, Cortez On Line, Comercial Corcino, Leda Empório e Supermercado Denes.

Assessoria de Comunicação
STBrasil
Sociedade Terra Viva

quinta-feira, 14 de maio de 2015

PT copia FMI para tentar se salvar

O Brasil vai ao fundo

Um dos maiores inimigos do PT ao longo de sua trajetória, o receituário do FMI (Fundo Monetário Internacional) talvez salve o partido duas vezes no comando da Presidência da República.

A série de ajustes conduzida neste momento por Joaquim Levy é pura prescrição do FMI, instituição onde o ministro da Fazenda trabalhou por sete anos.

Na terça (12), o Fundo fez elogios às ações de Levy. No mesmo dia, o britânico "Financial Times" o chamou de "falcão fiscal treinado na Universidade de Chicago".

O receituário do FMI é sempre previsível e clássico, destinado a países que chegam ao fundo do poço, como o Brasil sob Dilma.

Corte de despesas e aumento de receitas quando há crises fiscais, mais a implosão de programas insustentáveis do ponto de vista atuarial. Os cortes no seguro desemprego e pensões por mortes são parte dessas medidas.

De saída, o FMI também impõe a seus endividados forte elevação dos juros para conter a inflação e tentar amenizar os efeitos de outro instrumento do receituário: um "tarifaço" a fim de corrigir preços defasados e equilibrar o caixa de empresas fornecedoras de energia, combustíveis etc. para que possam perpetuar investimentos.

A lógica do Fundo é que contas em dia geram confiança entre investidores privados e tiram a pressão do peso do governo sobre a economia. O objetivo é aproximar ao máximo o país da economia de mercado.

A primeira vez que o Fundo Monetário salvou o PT foi em 2003, quando Lula assumiu a Presidência pendurado em empréstimo de US$ 30 bilhões. O então ministro da Fazenda Antonio Palocci fazia visitas constantes ao Fundo, assim como o próprio Levy, então secretário do Tesouro, que poucos anos antes havia se desligado do FMI.

Se olharmos para todos os países que precisaram de dinheiro do Fundo para se manter à tona, veremos que a base do receituário é sempre a mesma. Há doses extremas do mesmo remédio para problemas extremos, como na Grécia agora.
O Brasil segue mais uma vez o mesmo caminho. E ele pode de fato melhorar as condições macroeconômicas. O problema é que a lógica de encaminhar um país rumo à economia de mercado requer outras mudanças estruturais para azeitar setores importantes.

No Brasil, estamos ainda na fase aguda do ajuste, que vai sendo feito com as dificuldades presentes no Congresso. Mas será necessária toda uma segunda rodada de mudanças, que passa pelo fortalecimento de agências reguladoras (hoje esvaziadas), maior eficiência de ministérios e seus gastos, combate ao desperdício e estímulo à competição privada.

Essa será uma fase bem mais difícil e lenta. Mas necessária para não voltarmos, mais à frente, a recorrer indefinidamente ao receituário emergencial do Fundo.
________________________________________
Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/colunas/fernandocanzian/2015/05/1628888-o-brasil-vai-ao-fundo.shtml

sábado, 9 de maio de 2015

Empreiteiro diz que doou a Dilma por temer represália

O empresário Ricardo Pessoa, dono da empreiteira UTC, disse a procuradores da Operação Lava Jato que doou R$ 7,5 milhões à campanha à reeleição da presidente Dilma Rousseff por temer prejuízos em seus negócios na Petrobras se não ajudasse o PT.

Segundo Pessoa, a contribuição da empresa foi tratada diretamente com o tesoureiro da campanha de Dilma, o atual ministro da Secretaria de Comunicação Social da Presidência, Edinho Silva.

Preso desde novembro do ano passado e hoje em regime de prisão domiciliar, o empresário negocia desde janeiro com o Ministério Público Federal um acordo para colaborar com as investigações em troca de uma pena reduzida.

Nos contatos com os procuradores e no documento em que indicou as revelações que está disposto a fazer caso feche o acordo, Pessoa descreveu de forma vaga sua conversa com Edinho, mas afirmou que havia vinculação entre as doações eleitorais e seus negócios na Petrobras.

O empreiteiro contou ter se reunido com Edinho a pedido do então tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, apontado como o principal operador do partido no esquema de corrupção descoberto na Petrobras e hoje preso em Curitiba.

As doações à campanha de Dilma foram feitas legalmente. Segundo os registros do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), foram três: duas em agosto e outra em outubro de 2014, dias antes do segundo turno da eleição.

Se Pessoa fechar o acordo de delação premiada com os procuradores, ele terá então que fornecer provas e detalhar suas denúncias em depoimentos ao Ministério Público e à Polícia Federal.

Em janeiro, Pessoa já havia indicado sua disposição de falar sobre a campanha de Dilma Rousseff em documento escrito na cadeia e publicado pela revista "Veja". "Edinho Silva está preocupadíssimo", escreveu o empresário.

CAIXA DOIS
Pessoa também afirmou aos procuradores que fez contribuições clandestinas para a campanha do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva à reeleição, em 2006, e a do prefeito petista de São Paulo, Fernando Haddad, em 2012.

O empreiteiro disse que deu R$ 2,4 milhões à campanha de Lula, via caixa dois. O dinheiro teria sido trazido do exterior por um fornecedor de um consórcio formado pela UTC com as empresas Queiroz Galvão e Iesa e entregue em espécie no comitê petista.

Pessoa afirmou também que, a pedido de Vaccari, pagou outros R$ 2,4 milhões para quitar dívida que a campanha de Haddad teria deixado com uma gráfica em 2012. O doleiro Alberto Youssef, outro operador do esquema de corrupção na Petrobras, teria viabilizado o pagamento.

Segundo o empreiteiro, o valor foi descontado de uma espécie de conta corrente que ele diz ter mantido com Vaccari para controlar o pagamento de propinas associadas a seus contratos na Petrobras.

Pessoa também promete revelar às autoridades detalhes sobre seus negócios com o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu, que hoje cumpre prisão domiciliar por seu envolvimento com o mensalão.

O empreiteiro, que pagou R$ 3,1 milhões à empresa de consultoria de Dirceu entre 2012 e 2014, diz que o contratou para prospectar negócios no Peru, mas afirmou aos procuradores que a maior parte dos repasses foi feita após a prisão do ex-ministro, para atender a um pedido de ajuda financeira da sua família, em razão de sua influência no PT.

OUTRO LADO
O PT rejeitou as acusações do empresário Ricardo Pessoa e afirmou em nota que todas as doações à campanha da presidente Dilma Rousseff em 2014 foram feitas de acordo com a legislação eleitoral.

O partido ressaltou que as contas da campanha de Dilma foram aprovadas por unanimidade na Justiça Eleitoral.

A assessoria do ministro Edinho Silva, chefe da Secretaria de Comunicação Social, que foi o tesoureiro da campanha presidenical, informou que a nota do PT deveria ser considerada sua reposta às alegações do empreiteiro.

A Presidência da República e a assessoria do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disseram que não fariam comentários sobre o assunto.

O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, afirmou que as doações à sua campanha foram todas feitas de acordo com a lei, e que as dívidas foram absorvidas e quitadas posteriormente pelo PT.

O advogado Luiz Flávio Borges D'Urso, que defende o ex-tesoureiro petista João Vaccari Neto, disse que ele só captou doações legais para o partido e não participou do esquema de corrupção descoberto na Petrobras.

O advogado do ex-ministro José Dirceu, Roberto Podval, informou que seu contrato de consultoria com a UTC tinha como objetivo prospectar negócios no Peru, sem qualquer relação com a Petrobras.








_____________________________________________________________________________________
Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/poder/2015/05/1626798-empreiteiro-diz-que-doou-a-dilma-por-temer-represalia.shtml

sexta-feira, 8 de maio de 2015

STVBrasil fará plantão neste sábado para população de São José de Mipibu

Neste sábado, 09, a STVBrasil - Sociedade Terra Viva estará oferecendo mais um Plantão Terra Viva em sua sede de São José de Mipibu, no horário das 08 às 12 horas.

Então, se você tem alguma dúvida sobre os seus direitos ou se alguém lhe agrediu ou violou seu direito procure o Centro de Referência em Direitos Humanos da Sociedade Terra Viva. Você não está sozinho(a).

Na Sociedade Terra Viva você vai contar com amigos e amigas prontos para lhe ajudar a lutar pelos seus direitos.

E você empresário e empresária que pretende agregar valor à sua empresa com a prática da responsabilidade social ajude ao seu povo, o povo mipibuense apoiando os nossos projetos sociais. Entre em contato com a STVBrasil pelo telefone 32733980 / 88790727.

BAZAR TERRA VIVA

Aproveite e conheça também o Bazar Terra Viva, onde você vai encontrar produtos com preços especiais.

O Bazar Terra Viva é um projeto social da STVBrasil e toda a sua renda é revertida em benefício da nossa gente, nosso povo.

Apoio:
Receita Federal, Prefeitura Municipal de São José de Mipibu, Secretaria Municipal de Saúde, Cortez On Line, Comercial Corcino, Leda Empório e Supermercado Denes.

Edital

EDITAL
A Sociedade Terra Viva torna público que até ás 12 horas do dia 15/05/2015, na sua sede, localizada na rua Cônego Lustosa, 156, Centro, São José de Mipibu, RN, no horário das 08 às 12 horas, estará recebendo propostas relativas à aquisição de NOTEBOOK (Core i5 ou superior, 4GB ou superior, 500gb ou superior).
As propostas, constando a descrição completa dos produtos, devem ser apresentadas na forma impressa, em original ou cópia simples, diretamente na sede da Sociedade Terra Viva ou enviadas ao endereço eletrônico stvbrasil@hotmail.com, no prazo estabelecido neste Edital.
A empresa vencedora deverá apresentar, no ato do pagamento e entrega dos produtos, todas as certidões negativas necessárias para compras governamentais, juntamente com a respectiva nota fiscal e recibo.
São José de Mipibu, RN, 08/05/2015.
Maria da Conceição Alves Barbosa
Diretora Executiva

Edital

EDITAL
A Sociedade Terra Viva torna público que até ÀS 12 horas do dia 15/05/2015, na sua sede, localizada na rua Cônego Lustosa, 156, Centro, São José de Mipibu, RN, no horário das 08 às 12 horas, estará recebendo propostas relativas à aquisição de 1000 cartazes (formato A3, papel reciclado), 5000 folders (formato A4, policomia, reciclado), 20 baners (em lona PVC, policromia, medindo 0,90m x 1,20m) e 30 faixas em tecido, policromia (05 metros).
As propostas, constando a descrição completa dos produtos, devem ser apresentadas na forma impressa, em original ou cópia simples, diretamente na sede da Sociedade Terra Viva ou enviadas ao endereço eletrônico stvbrasil@hotmail.com, no prazo estabelecido neste Edital.
A empresa vencedora deverá apresentar, no ato do pagamento e entrega dos produtos, todas as certidões negativas necessárias para compras governamentais, juntamente com a respectiva nota fiscal e recibo.
São José de Mipibu, RN, 08/05/2015.
Maria da Conceição Alves Barbosa
Diretora Executiva

EDITAL

EDITAL
A Sociedade Terra Viva torna público que até às 12 horas do dia 15/05/2015, na sua sede, localizada na rua Cônego Lustosa, 156, Centro, São José de Mipibu, RN, no horário das 08 às 12 horas, estará recebendo propostas relativas a aquisição de canetas esferográficas, pastas com elástico e papel ofício.
As propostas, constando a descrição completa dos produtos, devem ser apresentadas na forma impressa, em original ou cópia simples, diretamente na sede da Sociedade Terra Viva ou enviadas ao endereço eletrônico stvbrasil@hotmail.com, no prazo estabelecido neste Edital.
A empresa vencedora deverá apresentar, no ato do pagamento e entrega dos produtos, todas as certidões negativas necessárias para compras governamentais, juntamente com o respectivo documento fiscal e recibo.
São José de Mipibu, RN, 08 de maio de 2015.
Maria da Conceição Alves Barbosa
Diretora Executiva

quinta-feira, 7 de maio de 2015

Volta à América Latina: por Beto Ambrósio.

Está em Natal, RN, o fotógrafo e praticante do cicloturismo Beto Ambrósio, de passagem em seu retorno á São Paulo, SP.


Beto está cumprindo um percurso que iniciou em São Paulo - SP, passou pelo Uruguai, Argentina, Chile, Perú, Colômbia, seguindo até  México, em sua bicicleta.


O ciclofotógrafo está de passagem por Natal e, na noite desta quarta-feira, 06, reuniu-se com ciclistas da capital potiguar, na Associação do Ministério Público do RN, onde apresentou suas impressões da viagem e conversou com os presentes. A reunião foi realizada a convite do Grupo Rapadura Bike, que congrega amantes da bicicleta e promove atividades de fomento ao uso da bicicleta.

Para angariar recursos para apoio ao seu projeto, Beto está expondo seu material fotográfico, durante esta semana, no Centro de Convivências da UFRN. Os interessados em conhecer e ajudar podem conversar diretamente com o expositor e adquirir os seus cartões postais com imagens de sua viagem.

Beto permanecerá em Natal até a próxima terça-feira, quando segue com sua bicicleta até a cidade de São Paulo.

Mais informações sobre o projeto podem ser encontradas no Facebook do Beto Ambrósio.

____________________________________________________
Imagens de Perceval Carvalho

terça-feira, 5 de maio de 2015

São José de Mipibu sediará plenária regional sobre conferência de saúde

O Conselho Estadual de Saúde do Rio Grande do Norte - CES RN, estará realizando a Plenária Organizativa e Mobilizadora da I Região de Saúde (agreste e litoral sul), no dia 11 de maio de 2015, das 08:30 às 13:30 horas, no auditório da Câmara dos Vereadores de São José de Mipibu - RN.

Estão convidados membros de conselhos municipais de saúde da I Regiao de Saúde e população em geral.

A plenária conta com o apoio da Prefeitura Municipal de São José de Mipibu, através da Secretaria Municipal de Saúde - SMS.
.
..

segunda-feira, 4 de maio de 2015

Esperança para o Nepal

Caros amigos,

Morros inteiros deslizaram, destruindo belas e delicadas aldeias rurais no Nepal. Milhares de pessoas foram soterradas, há um número ainda maior de pessoas desaparecidas e o país clama por água, comida e abrigo. É devastador, mas no meio disso tudo, uma corajosa organização local, a Abari, está usando tudo o que tem para armar tendas nas áreas remotas mais atingidas.

Segundo especialistas em ajuda humanitária, a Abari já vinha fazendo um trabalho de impacto no país antes do desastre. Ela representa uma das melhores maneiras de fazer com que a ajuda internacional de mais necessidade chegue rapidamente às comunidades rurais. O motivo: seu local de trabalho é também sua casa. 

Podemos fazer toda a diferença para este grupo incrível, e para muitos outros em todo o Nepal, multiplicando seus recursos para ajuda humanitária por dez, capacitando as organizações a se planejarem para o longo prazo e financiando o trabalho de emergência para que a ajuda possa ser levada onde ninguém mais consegue chegar. 

Além disso, ao fazer doações para líderes locais que estão prontos para enfrentar os árduos anos de reconstrução que virão pela frente, estamos plantando as sementes da esperança por um futuro sustentável e seguro nas aldeias mais pobres do Nepal

Clique no link abaixo para se comprometer com uma doação -- a Avaaz só processará as contribuições se arrecadarmos o suficiente para fazer a diferença junto com estes heróis locais:


O Nepal tem uma má reputação devido à ineficiência e corrupção, e o governo está dividido. É por isso que a vibrante sociedade civil nepalesa pode vir a ser a melhor chance de fornecer o apoio mais eficiente, salvando as vidas de muitos cidadãos

A Abari, e muitas outras organizações similares no Nepal, trabalha na região há anos, construindo tanques de água e habitações, e criando as conexões necessárias para que trabalhadores humanitários possam se locomover em áreas remotas e evitar a corrupção. A melhor notícia é que agora a Abari está estruturada para receber doações internacionais diretamente. 

Organizações internacionais de ajuda humanitária estão utilizando canais estabelecidos para mobilizar dinheiro e peritos em resposta à essa emergência. Enquanto isso, grupos locais estão improvisando para responder às enormes demandas. Apoiar esses grupos diretamente pode ser mais arriscado, mas com o risco vem a chance de acertarmos em cheio. Quando um ciclone atingiu Mianmar em 2008, nossa comunidade arrecadou dois milhões de dólares, valor que foi meticulosamente enviado para dentro do país por meio de uma rede de monges que operava fora do sistema corrupto do governo. Para alguns, essa tática ousada foi a única solução para receber a ajuda que tanto precisavam. 

Podemos fazer o mesmo para o Nepal. Clique para fazer parte da campanha -- a Avaaz irá coletar e distribuir nossas doações assim que arrecadar o suficiente para fazer uma grande diferença no trabalho destes heróis locais:



Nosso movimento foi projetado para romper com burocracias e trazer a esperança diretamente. Quando um desastre devastou Mianmar e depois o Haiti, a comunidade da Avaaz abriu nossos corações e arrecadou milhões para ajudar pessoas locais a levar dinheiro para os mais necessitados. A nossa humanidade nos une para que, juntos, atuemos em momentos de maior necessidade. Agora podemos nos unir mais uma vez para levar ao povo nepalês o apoio urgente para sobreviver a este horror. 

Com esperança e determinação,

Equipe da Avaaz

Governo do RN pretende instituir previdência complementar para o funcionalismo

O governo do Rio Grande do Norte submeteu ao legislativo estadual, nesta quinta-feira, 30, projeto de lei que institui o Regime de Previdência Complementar (RPC) para o funcionalismo. A partir dele, o servidor que ganhar acima do teto do Regime Geral de Previdência - hoje de R$ 4.6 mil – terá que contribuir com um fundo complementar estadual para receber o valor integral do salário após a inatividade. A medida vale para os servidores a ingressarem no funcionalismo público estadual via concurso.

Regime semelhante já foi adotado em estados como São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Ceará, Pernambuco e Rondônia, e está em discussão em outros, como Paraná e Santa Catarina. A medida funciona como uma reforma previdenciária nos estados, o que em algumas décadas pode extinguir o déficit atualmente existente nas contas da previdência pública no Brasil.

A partir do Projeto de Lei, que ainda irá tramitar nas comissões da Assembleia Legislativa para posterior sanção ou veto do governador, o funcionário estadual do Rio Grande do Norte que quiser receber aposentadoria acima do teto do regime geral, hoje R$ 4,6 mil, contribuirá com valor extra para fundo complementar, a critério do próprio servidor. A contribuição do governo sobre as aposentadorias, por sua vez, poderá cair de 22% para 8%.

São tutelados pelo RPC, os titulares dos poderes Executivo, sejam da administração direta ou indireta, Legislativo, Judiciário, do Ministério Público, do Tribunal de Contas do Estado e da Defensoria Pública.

Para administrar e executar o plano de benefícios de caráter previdenciário complementar, o projeto prevê a criação da Fundação de Previdência Complementar do Estado do Rio Grande do Norte (Fuprevi/RN), sem fins lucrativos. A gestão dos recursos será realizada por instituição financeira credenciada pelo Banco Central, contratada mediante licitação. 

_________________________________________________ 
Fonte: Assecom-RN

quinta-feira, 30 de abril de 2015

STVBrasil fortalecendo o controle social na saúde no interior do RN

A organização não governamental STVBrasil - Sociedade Terra Viva, através de seu assessor jurídico Perceval Carvalho, participou de reunião co Conselho Municipal de Saúde de Galinhos - RN, no dia 27/04/2015, com o Conselho Estadual de Saúde RN para atualização da lei do CMS.

A reunião contou com a presença do Presidente do Conselho Estadual de Saúde - RN, Canindé Santos e de membros do CMS Galinhos.

A nova proposta de lei, aprovada pelo pleno do conselho municipal, seguirá para a câmara dos vereadores para as providências legais cabíveis.

Assessoria de Comunicação da
STVBrasil - Sociedade Terra Viva

Prefeitura libera pagamento

A Prefeitura de São José de Mipibu liberou o pagamento dos servidores municipais nesta quinta-feira, 30. Junto ao pagamento, também está sendo restituído o desconto realizado em razão da greve.

O pagamento nesta data significa segurança financeira ao trabalhador para honrar seus compromissos com credores, garantia de um feriadão bem abastecido e um plus ao comércio local com  sensível incremento em suas vendas.

Lei Orgânica
Para além do benefício ao trabalhador, a medida cumpre rigorosamente o disposto na Lei Orgânica Municipal, no que tange a data do pagamento dos salários.

Antecipação
Os auxiliares de serviços gerais receberam o pagamento, juntamente com a restituição dos dias descontados em razão da greve, na segunda-feira, 27.

Aumento
O pessoal com magistério recebeu aumento de 26% e os professores com nível superior receberam aumento de 13,01% em seus salários.

Contra-cheque
Os contra-cheques dos servidores estão disponíveis na sede da Prefeitura e também nas agências do Banco do Brasil, podendo ser acessados através dos caixas eletrônicos.
.
..
Blog desenvolvido por Haendel Dantas | Blog O Mipibuense 2009